Siga-me pelo e-mail

terça-feira, 5 de abril de 2011

A indústria do casamento

Gente casar é muito difícil, financeiramente falando né.
Tudo é muito caro, são muitos cheques pra cair, nem sei mais o que fazer.
Até mês passado consegui gerenciar minhas finanças pessoais com as finanças casamenteiras, mas agora tá caindo tudo na minha cabeça, e ainda estamos no dia 05, pensa que loucura!!!!
Tenho cheques do buffet, do coral e do meu vestido pra cair, fora o seguro e o IPVA do carro e os cartões de créditos que tenho pra pagar, mas esses já estavam no orçamento, o problema real mesmo são os cheques do casamento. Socorro!!!

Com certeza é por isso que o povo não anda mais fazendo festa de casamento, porque tudo é muito caro, e ainda tem aquele fator que sempre tem alguém pra criticar o casamento dos outros, isso é terrível, pura falta de educação.
Até porque quem não sonha com um festão, onde a gente pode ter tudo que tem direito, tudo maravilhoso, mas nem sempre é possível, e as pessoas tem que entender.
Decidi fazer sim uma recepção, pode quem quiser falar, mas foi simplesmente por causa dos nossos familiares que vêm de longe pra prestigiar nosso casamento e depois todo mundo ía ficar com fome, e de qualquer forma eu ia ter que fazer alguma coisa pra eles, por isso to me descabelando, me depenando pra fazer uma recepçãozinha pra nossa família e pros nossos padrinhos, à minha maneira, de uma forma simples e criativa como sempre. Espero que gostem!

Uma dica para as noivas de plantão: Façam uma programaçao de todos os gastos do casamento, a partir de 1 ano antes da data, porque assim vocês podem parcelar em mais vezes todos os seviços e produtos, dessa forma não pesa no orçamento.
Não espere pra decidir tudo próximo, já escolha salão, igreja, buffet e decorador que são os mais caros e mais difíceis de conseguir próximo à data. O restante dá pra ir decidindo ao longo de 6 meses. ok?


Espero que tenham gostado da dica, mas não desanimem de casar, porque é muito bom e  não deixem de realizar o seu sonho, seja numa super festa ou numa igrejinha da vila. O que vale é o seu sonho, não o casamento da moda.
Quem tá casando, quer que esse momento seja o único da sua vida, então faça o que você quiser e o que você merece.ok?

Nenhum comentário:

Postar um comentário